Misterioso monge evita três enforcamentos

monk

Joseph Aigner era bastante conhecido como pintor na Áustria do século 19 mas, aparentemente, era um cara miseravelmente infeliz: tentou o suicídio várias vezes. A primeira tentativa ocorreu quando ele tinha apenas 18 anos. Ele tentou se enforcar, mas foi interrompido pelo misterioso aparecimento de um monge Capuchinho. Quando ele tinha 22 anos tentou o enforcamento novamente, mas novamente foi salvo exatamente pelo homem. Oito anos depois sua morte havia sido comandada por outros que o haviam sentenciado — ironicamente à forca — por causa de suas atividades políticas. Novamente sua vida foi salva por intervenção do mesmo monge. Quando ele tinha 68 anos, Aigner finalmente foi bem sucedido ao tirar sua própria vida com uma arma de fogo. Aparentemente seu salvador não parava balas, mas seu funeral foi conduzido pelo mesmo monge Capuchinho, um homem que ele nunca conheceu.

(Fonte: Ripley´s Giant Book of Believe It or Not!)