Bolivianos invadiram o Brasil para protestar contra o Impeachment da Dilma?

Screenshot_13

É verdade que o Governo contratou vários bolivianos para participar do protesto contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff?

Notícia publicada em diversos sites e blogs no dia 14 de abril de 2016 alerta para um grupo de bolivianos que estariam invadindo o Brasil para protestar contra o impeachment de Dilma no dia 17 de abril.

Segundo o texto – acompanhado de fotos de vários ônibus parados pela Polícia Rodoviária em uma rodovia – um grupo de 3 ônibus lotados de bolivianos teria se perdido na cidade e, ao ser parado pela polícia, confessou que eles estavam chegando no Brasil para defender a permanência de Dilma Rousseff no poder.

O assunto foi um dos mais comentados na internet no dia 14 e muita gente ficou preocupada com a suposta invasão de bolivianos ao nosso país!

Será que isso é verdade ou mais uma farsa da web?

Verdadeiro ou falso?

O primeiro a publicar essa notícia foi o site O Antagonista, no dia 14 de abril de 2016. A publicação d’O Antagonista vem acompanhado até de um depoimento em áudio:

Acontece que as fotos são reais, mas a notícia é falsa!

A Polícia Rodoviária Federal confirmou que o grupo de bolivianos está visitando o Brasil para um congresso imobiliário em Goiânia. A polícia também afirmou que parou os ônibus na BR-060, no sentido Goiânia-Brasília – entre Guapó e Abadia – e que não encontrou nenhuma irregularidade.

Além disso, a PRF explicou que os ônibus não podem ir até Brasília para algum ato pró-Dilma, pois a autorização dos veículos já tem uma rota traçada, que é Bolívia/Goiânia.

O jornal O Popular publicou a nota de esclarecimento do Grupo Sion, que recebeu o grupo de bolivianos no dia 14 de abril de 2016.

Segundo o Grupo Sion, os três ônibus com 160 vendedores chegaram a Goiânia para um coquetel de inauguração de mais uma empresa do Grupo Sion em Goiânia. O evento, de acordo com o Grupo Sion, vai acontecer no dia 16 de abril de 2016, na sede da empresa instalada no setor Oeste. Além disso, os convidados participarão de um almoço de lançamento do primeiro empreendimento do grupo no Brasil em uma fazenda adquirida no Lago Corumbá IV, Abadiânia (GO), no domingo (dia 17).

O Sion ainda reforçou que o motivo da visita dos bolivianos não tem nenhuma relação com as manifestações políticas que estão acontecendo no Brasil.

Na página oficial do Grupo Sion no Facebook podemos ver as fotos do grupo de vendedores chegando ao local do evento!

Conclusão

O grupo de bolivianos que foi parado pela Polícia Rodoviária não estava indo protestar contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff. Na verdade, eles estava indo a um evento de inauguração de um empreendimento imobiliário em Goiânia!

 

Fonte: http://www.e-farsas.com


Escolha por qual forma você deseja comentar: