Assim como no livro (2) – Futility: the Wreck of the Titan, em 1898

87cd90ebb1f942ffc9d2b889487e7440

Em 1898 o autor inglês de ficção científica Morgan Robertson publicou o romance “Futility: the Wreck of the Titan”, editado em Londres. A obra a começar pelo título, descreve o modo de vida da elite da época, em que os ricos possuíam empregados pessoais, os homens envergavam casaca em jantares suntuosos e as mulheres viajavam com baús repletos de jóias e roupas. Robertson conta a história da viagem inaugural do maior transatlântico jamais construído, considerado inafundável que, em uma fria noite de abril, choca-se com um iceberg e afunda.

* Poucos passageiros conseguem salvar-se, pois havia quantidade insuficiente de botes salva-vidas (24)
* O nome do navio gigantesco Titan
* Ele media 240 metros deslocava 70 mil toneladas
* Comportava três mil passageiros
* O mês do afundamento foi abril

Passados 14 anos do livro de ficção de Robertson o Titanic afunda:
* Havia apenas 20 botes salva-vidas
* O Titanic tinha 271 metros
* 60 mil toneladas
* 2.228 passageiros
* Os dois tinham três hélices propulsoras
* Ambos tiveram o mesmo afundamento, na mesma localidade
* O mês do afundamento foi abril

Meses após o afundamento do Titanic um navio à vapor estava viajando através do nebuloso Atlântico com apenas um jovem rapaz de vigília. Ele lembrou-se que estavam nas mesmas paragens de onde o Titanic havia afundado e ficou repentinamente apavorado pela coincidência, pois o nome do navio em que estava era Titanian. Por causa do seu horror ele soou o alarme e a nave parou bem em tempo: um enorme iceberg apareceu entre a névoa diretamente no seu caminho. O Titanian havia sido salvo.