A baleia mais solitária do mundo

No final dos anos 80, a marinha Americana captou um canto incomum de uma baleia. Ela cantava em uma frequência nunca antes registrada. Enquanto o resto de sua espécie se comunica entre 12 e 25Hz, ela canta em 52Hz, o que faz com que nenhuma outra baleia consigua ouvi-la.

Cada grito é ignorado. Ela não pertence a nenhum grupo, ela não tem amigos, ela não tem família, nunca teve. Em sua canção solitária, cada nota vai caindo, se transformando em tristeza e frustração.

Seu grito foi registrado anualmente desde final dos anos 80 até o ano de 2004. O maior animal do planeta, pequeno na imensidão do oceano.


Escolha por qual forma você deseja comentar: